Contactos

Atomos Informatica

  • Pessoa de contato: Fábio
  • Telefone: +55 (85) 3077-08-80
  • +55 (85) 8710-80-08
  • MSN: atomos.suporte@hotmail.com
  • Endereço postal: Av. Sargento Herminio soares 1511 loja 09, Fortaleza, Ceará, 60320105, Brasil

Horário de funcionamento

Renovações do site

5 Riscos para a segurança digital em 2013

5 Riscos para a segurança digital em 2013

15/11/12

Os engenheiros da área de segurança da Norton elaboraram um relatório onde apontam os riscos digitais que podem atrapalhar a vida de usuários comuns e equipes de TI no próximo ano. Saiba, a seguir, quais são elas.

  1. Conflitos cibernéticos
    Alguns países devem entrar em uma guerra silenciosa no mundo virtual. Os ataques serão para desestabilizar o sistema financeiro dos países rivais, destruir dados sigilosos e sistemas de guerra eletrônica.

  2. Ransomware, o malware bandido
    A ameaça, em tese, sequestra os dados do usuário – que só são liberados mediante um pagamento para os sequestradores. Segundo a Norton, esse tipo de crime poderá movimentar 5 mi de dólares em 2013.

  3. Prazer, eu sou o madware
    O malware ataca somente celulares. E tem uma missão específica: roubar e expor dados da localização do usuário, além de informações dos contatos pessoais.

  4. Roubo de dados nas redes sociais
    Os usuários confiam muito na segurança das redes sociais e, por lá, deixam todo tipo de informação – de pessoal a financeira. Crackers programam apps para roubar esses dados e entregá-los a quadrilhas especializadas em fraudes financeiras e falsidade ideológica.

  5. Ataques a celulares e à nuvem
    O cartão de crédito vai migrar para o smartphone; e os dados financeiros dos usuários estarão nas nuvens. Os crackers sabem disso – e prometem uma enxurrada de vírus para explorar brechas de segurança e roubar dados dos usuários.

Fonte: exame.com.br

Artigos anteriores
Foxconn vai fabricar novo iPad no Brasil

08/11/12

O dispositivo já seria beneficiado com a Lei de Informática, que oferece isenção fiscal (PIS e Cofins) para equipamentos fabricados no país. O dispositivo já seria beneficiado com a Lei de Informática, que oferece isenção fiscal (PIS e Cofins) para equipamentos fabricados no país.